Domingo, 8 de Junho de 2008

A VIDA

a vida é o nosso travesseiro
como é bom assentar a cabeça ao colo duma mulher
minha vida aqui na terra foi uma madastra
vivi na selva e fui alimentado por lobos
as feras não eram animais mas humanos
as arenas foram os enfados dos homens
fui amargorado pelo vinagre das mulheres
espetaram sua lança no meu coração
despojaram a minha sabedoria e puseram a minha cabeça ao ridículo
taparam-me a boca com um pano embebido de vinagre no meu desejo
a vida se tornou dura para mim
vivemos por cima daquilo que foi semeado
sei que tenho uma mãe no céu que me guia
ela é a sabedoria que me consola no meu tormento
meu coração não é deste mundo de tribulação
dificil é superarmos a armadilha do engano
minha verdadeira mãe me tem carregado ao colo
confio nela na realização das minhas obras
sem ela eu não conseguiria suportar a dôr
não teria o alimento que preciso para não perecer
estou de pé graças a ela e exprimo o som da sua voz

publicado por marterra às 19:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sábado, 7 de Junho de 2008

o amor

o amor não é obsessão e possessão. amor é a vontade em si, ela não precisa
que a sustentem, não precisa de ser comandada, nem precisa da vontade de
ninguem. a vontade não é sabedoria e a vontade não tem sabedoria, a vontade
vive no meio da sabedoria e alimenta-se de toda a sabedoria. ela não faz
distinção de nada, pois como é a vontade, ama o seu semelhante e por isso
ama todas as vontades. a vontade pode ser outra vontade ou pode ser muitas
vontades, mas nunca de outra vontade ou de muitas vontades. a vontade é como
o vento que passa entre as árvores, ele não é de ninguem, nem vai a ninguem,
é simplesmente a vontade.

se queres amar as outras vontades, se queres amar a natureza, se queres amar
o teu corpo, se queres amar o teu semelhante, apenas respeita as suas vontades
e não faças gaiolas. pois mais vale um pássaro na mão que muitos a voar.
sustem apenas a tua vontade e não sejes possesso por outras vontades. porque
a tua obsessão te vai corromper e a tua sabedoria obsessiva te vai prender
a ti próprio e nunca mais dali sairás, na tua própria armadilha.

publicado por marterra às 02:10
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. A VIDA

. o amor

. DAR ESMOLA

. sofrimento é ilusão e lou...

. O PENSAMENTO E A VONTADE

. EM TEMPOS DE LOUCURA

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds